Encontre o Amor

11:00

Imagem: We♥It

Apenas um sentimento, mas sabemos bem que muitas vidas giram em torno do encontro deste, o qual chamamos de amor. É muitas vezes um objetivo de vida, um sonho... Encontrar um amor, ou melhor, o amor. E junto com esse desejo mil e uma idealizações. A maioria de nós cria um modelo, uma espécie de príncipe encantado (maldita Disney. haha) e começar por aí é um erro e tanto.

Vamos aos erros mais comuns:

Procurar incessantemente pelo amor - Às vezes busca em todos e a todo o tempo, sempre criando expectativa em qualquer relacionamento que aconteça, ainda que aqueles temporários. O amor, amor mesmo, surge no inesperado, acontece de uma forma natural e leve. A gente tem que estar com o coração aberto, e só.

Acreditar que não é merecedor(a) do amor - TODO mundo merece e precisa, e quem não merece é quem mais precisa, e vice versa. Se você errou no passado, perdoe-se, siga em frente. Se erraram com você, perdoe, siga também. Se faltou amor em muitos momentos de sua vida, ele ainda pode surgir e lhe mostrar um jeito novo de enxergar a vida. Ele não vai compensar as faltas, mas com certeza irá se aconchegar em um lugar só dele. Passado é experiência e história, mas não determina nada.

"Enquanto não encontro o certo, me divirto com os errados" - Pode até funcionar pra muita gente essa teoria/filosofia, mas eu, particulamente, não acredito muito não. O que pode acontecer é você encher a vida de experiências que machucam e são vazias, enquanto outras relações poderiam até acontecer se você se permitisse o autoconhecimento. Sou das que acreditam na solidão necessária. É um amadurecimento que companhia 'errada' nenhuma pode nos dar. Mas você pode querer curtir, e não tem problema. Mas não dá pra usar essa desculpa; o envolvimento é inevitável e o coração não escolhe muito não; você pode se apaixonar numa dessas diversões e não ser o que o outro quer. É melhor entrar em qualquer relação com mais clareza sobre o que se quer, em que momento de vida você está e quais seus desejos.

Idealizar - Tudo bem ter uma expectativa, ter sonhos e desejos, mas se esse modelo idealizado não lhe permite se surpreender e abrir possibilidades para o novo, o diferente e o desconhecido, você pode perder grandes chances de uma felicidade em tamanho. Pode ser um bom exercício se permitir conhecer o outro que chega em sua vida da forma como ele é, mesmo que vá de encontro a muito do que era sua expecativa para alguém com quem se relacionar. Surpreender-se é tão bonito.

Desistir - JAMAIS faça isso. Você pode até abrandar a procura incessante, porque ela desgasta um tanto. Mas desistir de amar e de ser amado ou amada, NUNCA. O amor é um presente, é o que nos dá motivo. Ok, você pode escolher viver só pelo resto da vida e não ter a danada da tampa da panela (que nem existe, mas tudo bem), mas alguma coisa será o sentido da sua experiência, da sua vivência, da sua vida. O amor está em alguma coisa, em algum lugar, em alguém, em algum bichinho, etc. Mas há amor.


Você pode achar que estou dando uma de especialista aqui, falando de erros na busca pelo amor e tudo o mais, mas não é essa a minha intenção. Falo aqui de erros que cometi, de aspectos que enxergo nas pessoas e relações ao meu redor e as angústias de quem acredita estar tudo perdido porque ainda não encontrou o amor, a companhia.
Posso garantir que na grande maioria das vezes, vale a pena esperar, aquietar o coração e se permitir. Às vezes é preciso arriscar, ver no que dá mesmo, desde que se saiba onde está indo. É bacana conversar com quem aparece em nossas vidas, para saber quais as expectativas de cada um, porque se um quer namorar, quer um relacionamento sério, um amor pra chamar de seu, e o outro quer somente curtir ou vem com a história de não tô pronto (a), é indicado repensar antes de mergulhar nessa história. Se machucar é inevitável, mas as experiências nos ensinam a preservar um pouco o coração.
No final das contas, você acaba descobrindo que o amor é um presente por tudo o que você é, faz, busca e realiza. Chega em sua vida no momento exato em que você tem maturidade para reconhecê-lo e permitir que ele fique na casa-coração e faça morada. E quando você encontrar o seu motivo, saberá claramente quando é amor. O amor é tudo, mas é outra coisa.

You Might Also Like

18 comentários

  1. Quando se trata de amor a sempre aquelas besteiras que cometemos por imaturidade, ás vezes por ingenuidade e outras por burrice.
    Concordo contigo quando é amor o coração sabe, a pele sente.
    Adorei o post, cada vez mais encantada com seu cantinho. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Camila. E os erros são comuns, naturais até. Mas o melhor é quando aprendemos com eles e conseguimos amadurecer essa jornada, pra então sentir o amor chegar e se colocar em seu lugar.
      Obrigada por vir aqui. O seu cantinho também é lindo, e tenho passeado por ele.

      Beijos.

      Excluir
  2. "enquanto não encontro o certo, me divirto com os errados". Também nunca funcionou pra mim. Eu acabava lascada, sem o certo, sem o errado e já aconteceu de o errado ainda me ~ACONSELHAR~ para encontrar o certo. Pode, Brasil? Pode nãaaaaaao!

    Magdinha sempre sábia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duas, Rê. Não nasci pra isso.
      E que sábia que nada. Hahahaha... Só tentando trazer um pouco de paz pros corações inquietos.

      Beijo em tu.

      Excluir
  3. Aiiiii Magadaaaaaa, porque você faz assim comigo? HAHAHAHAHAH acho que você fez esse texto para a minha pessoa! Tenso, me vi em quase todas as situações ali, mas calma uma hora dá certo. Dizem que é quando a gente menos espera que acontece né?

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owm meu bem, o pior é que depois que escrevi pensei em você mesmo. Que você iria se encontrar por esse texto.
      Que a calma lhe mostre um caminho lindo, e um amor à sua altura. Vai chegar, e vai ser tão lindo que você vai transbordar.

      Beijo. Amo você!

      Excluir
  4. Oii Magda! Acho mesmo que temos que parar de procurar igual umas malucas o amor da nossa vida. Porque o amor tem isso de ser sutil e esbarrar contigo na fila do pao quando voce estiver de pijama e havaiana do irmao.. HAHAHAHAA Muito boa as dicas! Beijinhos

    http://www.verdadeescrita.com/o-dia-em-que-eu-cansei-de-viver-de-passado/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É beeeeeeeeeeeem por aí, Rebeca. Chegada sutil e precisa, e que a gente tá tranquila, tudo acontece leve e lindamente.


      Beijão

      Excluir
  5. Eu acho que todos os itens que citou, ta mais focado na fase adolescência, lá, isso ocorre muito. Infelizmente, alguns crescem com isso e precisam começar a lidar mais com esses quesitos pra ser alguém "bem resolvido" no amor, talvez?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É justamente isso, de carregar por mais tempo na vida essa insegurança e essa pressa que acaba atrapalhando o que, com o passar do tempo, passa a acontecer em nossa vida de outra forma. Acho é bem por aí e de encarar e resolver essas questões pra seguir.

      Excluir
  6. Quanta verdade nesses itens!!
    O pior é gente que diz que não merece e fica se fazendo de vítima para conseguir alguém, ou outra que logo desiste porque não deu certo de primeira. A verdade é que temos que ir com calma, sem apressar as coisas. Todos nós merecemos um amor, e um dia ele virá, mesmo que demore.
    Amei de paixão o post <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "E um dia ele virá, mesmo que demore" <3

      Exatamente isso!

      Excluir
  7. eu era daquelas que idealizava. e muito. e me divertia com os errados. e muito. GENTE. ainda bem que casei, se não meu caso era sério hahaha
    adoreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei a ideia do post. Muito muito muito ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahahaha... Coração foi arrebatado \o/
      Brigada de coração, amore mio <3

      Excluir
  8. O amor é um sentimento que surge completamente de repente como você disse, pelo menos comigo foi assim. Eu nem esperava, nem imaginava, já tinha até "desistido"... E aconteceu. Não é uma coisa cronometrada do tipo "Vou desistir e alguém vai aparecer", tudo acontece na hora que tem que acontecer. É clichê e as vezes é chato de ouvir, porque na maioria das vezes queremos que aconteça na nossa hora, mas é a mais pura verdade.
    Já vi muita gente idealizando o homem "perfeito" e descartando o homem "mais-que-perfeito" se é que me entende... As pessoas insistem em buscar por pessoas que elas desejam e não por pessoas de verdade sabe? Sei que o mundo anda meio "eu sou de todo mundo e todo mundo é meu também", por "n" razões, mas até aquele que resolveu chutar o pau da barraca e sair por aí pegando todas, uma hora vai achar alguém que o faça "montar" a barraca todinha outra vez.

    Amei o post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, bem verdade tudo o que você falou.
      No meu caso também foi assim, e agradeço demais por ter passado por tudo o que passei antes, para amadurecida reconhecer a grandeza de um sentimento (in)esperado. Acalmar o coração ajuda a encontrar o amor, e frear essa pressa insistente do mundo. O que há de perfeito é o que desacelera e acelera o coração em segundos, e a gente bem sabe como é quando a gente o vive.

      Obrigada por vir aqui.
      Beijão.

      Excluir
  9. Eu raramente curto essas listas sobre amor e etc, mas preciso dizer que concordo muito com a sua. Quantxs amigxs eu vejo por aí surtando atrás de ~um amor~ e acabam que a cada semana sofrem por alguém diferente, porque o apego é tanto, o desespero é tanto, que acabam depositando uma vida toda em cima de "qualquer um"? Um monte. E eu acho que é um ciclo, sabe? Nessa busca incessante às vezes a pessoa já junta com as idealizações, aí se machucam e no "desistir", se jogam no "se divertir com os errados" porque não se consideram merecedores mesmo. Só que até nisso, ao meu ver, existe idealizações. E aí é um ciclo sem fim.

    Adorei muito esse post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso, Fran. Esse sofrimento instantâneo por um amor mais instantâneo ainda.
      Já ouvi de um que sempre tá namorado e sofrendo sem dar tempo de viver o término de um relacionamento para começar outro, que namora muito porque não sabe ficar só. E acho que é um dos males: não saber ficar só. Quando a gente aprende a lidar com a própria companhia e até a solidão, vai reconhecer na presença do outro um algo a mais e não essa necessidade louca.

      Obrigada pelo comentário e por essa troca. Escrevi mais o que eu sinto do que apenas uma lsita. Acho que por isso você tenha gostado.

      Beijão.

      Excluir

Seguidores