Quem falou que todo fim tem que ser triste?

12:10

"Abro meus braços, e te aqueço em meu abraço uma última vez

Olho em teus olhos e vejo meu reflexo neles apenas mais uma vez
Sinto teus lábios encontrando os meus mais uma única vez
Toco tuas mãos e faço das minhas, tuas, uma vez mais
Te tenho juntinho de mim, só pra não esquecer
Uma última vez, éramos nós, nosso momento."



É o que passa em minha cabeça quando recordo daquele momento, daquela noite, com o céu tão lindamente estrelado. Lembro de cada gesto seu, de cada delicadeza, de cada surpresa. E me contento ao dizer que estivemos por 'tão pouco', mas tão intenso tempo, e que lhe conheci da forma mais surpreendente que alguém poderia conhecer. Ninguém conhece esse seu lado romântico como eu. E que bom poder dizer: Que bom que conheci você! Repito essas suas palavras, por que já não tenho as minhas. 
Agradeço por cada dia, cada telefonema, cada momento, cada olhar, cada abraço, cada beijo, cada suave toque das mãos em meu rosto. Mas o que sinto não é gratidão, é paixão. Paixão por você. Mais do que uma paixão carnal, é uma paixão de alma para alma. Eu sou apaixonada por aquilo que você é, em sua mais íntima essência. E sempre serei apaixonada por você, por essa metade que antes eu não conhecia, e que me fez vê-lo por completo. 
E essa paixão não precisa de presença física, não vou sofrer com sua ausência. É um novo modo de estar apaixonado: é um querer bem. Por tudo o que vivemos, lhe quero muito bem, e tudo o que outrora vivi perdeu-se no espaço da coligação de nossas vidas. Já não me importo com as dores do passado, e sim com as alegrias que você me trouxe.
Nem todo fim tem que ser triste, e disso tenho certeza, hoje. Fomos juntos um elo, que não se quebrou, e sim tomou novos rumos. O que vai ficar são as marcas inesquecíveis dos momentos felizes, até o último olhar, até aquele adeus, até aquele telefonema. Vou sentir saudades sobretudo do teu sorriso, que transforma o meu.
Mas nos encontraremos sempre, por entre essas ruas da vida. Não deixarei de lembrar, e sei que agora estamos bem melhores que antes. Eu depois de você, você depois de mim... Já não somos o que éramos antes, somos muito mais, e é isso o que importa. Nada mais!


Magda Albuquerque

You Might Also Like

2 comentários

  1. O fim só é triste quando o fazemos assim... Quando fica algo bom, como essa paixão, é mais fácil ficar feliz e lembrar de tudo que foi bom.

    Beijo, minha amad gêmea!

    ResponderExcluir
  2. Éééé, Gêmea *.* Tô nessa fase. rs.

    ResponderExcluir

Seguidores